Práticas inovadoras na docência universitária para a formação inicial de professores da educação básica

  • Geovana Ferreira Melo
  • José Marra
  • Luciana Guimarães Pedro
Palavras-chave: Prática inovadora, Docência universitária, Formação inicial de professores, Pedagogia da autonomia

Resumo

A reconfiguração e valorização dos sujeitos na docência universitária a partir da centralidade no ensino-aprendizagem e na superação de rótulos da pedagogia tradicional são pressupostos básicos deste estudo. Seu intuito é discutir a formação inicial do professor da educação básica por meio de reflexões sobre as pedagogias instituídas na docência universitária no que tange às práticas inovadoras dos docentes, com a finalidade de apontar elementos que colaborem na formação e atuação do professor da educação básica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BEHRENS, M. A. O paradigma emergente e a prática pedagógica. 4. ed. Petrópolis: Vozes, 2011.

BEHRENS, M. A. et al. Ação docente no ensino superior: reflexões sobre paradigmas educacionais inovadores na prática pedagógica. Trabalho apresentado no X ANPED SUL, Florianópolis, 2014. Disponível em: <http://xanpedsul.faed.udesc.br/arq_pdf/375-0.pdf>. Acesso em: ago. 2018.

BOSCOLI, O. M. A. P. A ação docente numa perspectiva inovadora: a construção coletiva de uma proposta. Revista Transversal, Assis, v. 5, n. 5, 2007.

CANÁRIO, R. Formação e desenvolvimento profissional dos professores. In: CONFERÊNCIA DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DE PROFESSORES PARA A QUALIDADE E PARA A EQUIDADE DA APRENDIZAGEM AO LONGO DA VIDA, 2007, Lisboa. [Anais]. [S.l.: s.n., 2008?]. p. 133-148.

CUNHA, M. I. Ensino com pesquisa: a prática do professor universitário. Caderno de Pesquisa, São Paulo, n. 97, p. 31-46, maio 1996.

FERREIRA, J. L.; CARPIM, L.; BEHRENS, M. A. O professor universitário construindo conhecimentos inovadores para uma prática complexa, colaborativa e dialógica. Revista Diálogo Educacional, Curitiba, v. 13, n 38, p. 69-84, 2013.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 17. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2003.

FREIRE, P. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2011.

GARCIA, C. M. Estrutura conceptual da formação de professores. In: GARCIA, C. M. Formação de professores: para uma mudança educativa. 2. ed. Porto: Porto Ed., 1999.

IMBERNÓN, F. Formação docente e profissional: formar-se para a mudança e a incerteza. 7. ed. São Paulo: Cortez, 2009.

ISAIA, S. M. Professor universitário no contexto de suas trajetórias como pessoa e profissional. In: MOROSINI, M. C. (Org.). Professor do ensino superior: identidade, docência, formação. Brasília, DF: INEP, 2000.

LIBÂNEO, J. C. Democratização da escola pública: a pedagogia histórico-crítico social dos conteúdos. São Paulo: Loyola, 1986.

MALUSÁ, S.; MONTALVO, M. R. B. S. Novas abordagens de ensino e aprendizagem: possibilidades de inovação no ensino superior. Comunicações: caderno do Programa de Pós-Graduação em Educação, ano 9, n. 1, p. 182-197, jun. 2002.

MALUSÁ, S.; FELTRAN, R. C. S. (Org.). A prática da docência universitária. São Paulo: Factash Ed., 2003.

MARRA, J. Autonomia profissional e formação de professores do ensino secundário geral moçambicano. In: SILVA, J. L. C. et al. (Org.). Actas do Congresso Ibérico Pedagogia para a Autonomia. 5. ed. Braga: Universidade do Minho, 2011. p. 378-394.

MELO, G. F. Docência: uma construção a partir de múltiplos condicionantes. Boletim Técnico do Senac: revista de educação profissional, Rio de Janeiro, v. 35, n. 1, p. 28-37, jan./abr. 2009.

MELO, G. F. Pedagogia universitária: aprender a profissão, profissionalizar a docência. Curitiba: CRV, 2018.

MELO, G. F. Tornar-se professor: a formação desenvolvida nos cursos de Física, Matemática e Química da Universidade Federal de Uberlândia. Tese (Doutorado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Faculdade de Educação, Universidade Federal de Goiás, Goiânia, 2007.

MELO, G. F. et. al. A construção da docência na educação superior: em foco a identidade profissional. In: D’ÁVILA, C.; VEIGA, I. P. A. Profissão docente na educação superior. Curitiba: CRV, 2013. p. 45-54.

NÓVOA, A. Formação de professores e profissão docente. In: NÓVOA, António (Coord.). Os professores e a sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1995. p.10-34.

PIMENTA, S. G. Formação de professores: identidade e saberes da docência. In: PIMENTA, S. G. (Org.). Saberes pedagógicos e atividades docente. São Paulo: Cortez, 2002.

SACRISTÁN, J. G.; GOMÉZ, A. I. P. Compreender e transformar o ensino.

Porto Alegre: Artmed, 1998.

SCHEIBE, L. Pedagogia universitária e transformação social. 1987. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 1987.

VIAN, V.; DEL PINO, J. C. O ensino médio politécnico: práticas inovadoras desafiando a formação docente. Signos, ano 35, n. 1, p. 63-75, 2014.

VIEIRA, F. Autonomia na aprendizagem da língua estrangeira: uma intervenção pedagógica em contexto escolar. Braga: Instituto de Educação da Universidade do Minho, 1998.

ZABALZA, M. A. O ensino universitário: seu cenário e seus protagonistas. Porto Alegre: Artmed, 2004.

Publicado
2018-08-31
Como Citar
Ferreira Melo, G., Marra, J., & Guimarães Pedro, L. (2018). Práticas inovadoras na docência universitária para a formação inicial de professores da educação básica. Boletim Técnico Do Senac, 44(2). https://doi.org/10.26849/bts.v44i2.699
Seção
Artigos