Pedagogia em ação: o papel do pedagogo e suas diversas atuações

Adrian Alvarez, Mariana Rigo

Resumo


O objetivo deste trabalho é analisar o papel do pedagogo e seus possíveis campos de atuação. O texto aborda a educação formal, não formal e informal, bem como suas definições e o papel social da prática pedagógica presente para além da docência e do ambiente escolar, refletindo sobre a atuação desse profissional em museus, hospitais, presídios, empresas, meios de comunicação e outros ambientes em que há projetos com foco educativo. Objetiva contribuir para que estudantes de Pedagogia possam vislumbrar suas aptidões e potencialidades nos vastos campos de aplicação do seu conhecimento.


Palavras-chave


Pedagogia; Diretrizes curriculares; Atuações do pedagogo

Texto completo:

PDF

Referências


AQUINO, Soraia Lourenço de. O pedagogo e seus espaços de atuação nas representações sociais de egressos do curso de Pedagogia. 2011. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Viçosa, Viçosa, 2011.

BRASIL. Comissão de Especialistas de Ensino de Pedagogia. Proposta de diretrizes curriculares nacionais para o curso de graduação em pedagogia. Brasília, DF, 2002.

BRASIL. Comissão de Especialistas de Ensino de Pedagogia. Proposta de diretrizes curriculares para o curso de pedagogia. Brasília, DF: MEC/SESu, 1999.

BRASIL. Decreto n. 7.626, de 24 de novembro de 2011. Institui o Plano Estratégico de Educação no âmbito do Sistema Prisional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 25 nov. 2011. Disponível em: . Acesso em: 2 out. 2016.

BRASIL. Decreto-lei n. 1.044, de 21 de outubro de 1969. Dispõe sobre tratamento excepcional para os alunos portadores das afecções. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 22 out. 1969. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2016.

BRASIL. Lei n. 5.540, de 28 de novembro de 1968. Fixa normas de organização e funcionamento do ensino superior e sua articulação com a escola média, e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 nov. 1968.

BRASIL. Lei n. 11.104, de 21 de março de 2005. Dispõe sobre a obrigatoriedade de instalação de brinquedotecas nas unidades de saúde que ofereçam atendimento pediátrico em regime de internação. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 22 mar. 2005.

BRASIL. Lei n. 11.904, de 14 de janeiro de 2009. Institui o Estatuto de Museus e dá outras providências. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 15 jan. 2009. Disponível em: . Acesso em: 23 out. 2016.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Especial. Classe hospitalar e atendimento pedagógico domiciliar: estratégias e orientações. Brasília, DF, 2002. Disponível em: . Acesso em: 15 set. 2016.

CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO (Brasil). Currículos mínimos dos cursos de graduação: Parecer n. 252/69. 4. ed. Brasília, DF, 1981.

CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO (Brasil). Conselho Pleno. Parecer CNE/CP n. 5/2005. Diretrizes curriculares nacionais para o curso de pedagogia. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 15 maio 2006. Disponível em: . Acesso em: 25 abr. 2016.

DESVALLÉES, André; MAIRESSE, François (Ed.). Conceitos-chave de museologia. São Paulo: Comitê Brasileiro do ICOM: Armand Colin, 2013.

ENCONTRO NACIONAL [DA] COMISSÃO NACIONAL DE REFORMULAÇÃO DOS CURSOS DE FORMAÇÃO DO EDUCADOR, 1, 1983. I Encontro Nacional. Belo Horizonte: Anfope, 1983. Disponível em: . Acesso em: 1 out. 2010.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GONÇALVES, Roseli. A pedagogia empresarial e as práticas pedagógicas dentro da empresa. [S.l.]: WebArtigos, 2009. Disponível em: . Acesso em: 17 out. 2016.

LIBÂNEO, José Carlos. Diretrizes curriculares da pedagogia: imprecisões teóricas e concepção estreita da formação profissional de educadores. Campinas, 2006. Disponível em: . Acesso em: 16 out. 2016.

LIBÂNEO, José Carlos. Pedagogia e pedagogos: para quê? 12. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

LIBÂNEO, José Carlos. Que destino os educadores darão à pedagogia? In: PIMENTA, Selma Garrido. Pedagogia, ciência da educação? 4. ed. São Paulo: Cortez, 2001.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Fundamentos de metodologia científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003.

MATOS, Elizete Lúcia Moreira; MUGIATTI, Margarida Maria Teixeira de Freitas. Pedagogia hospitalar: a humanização integrando educação e saúde. 2. ed. Petrópolis: Vozes, 2007.

MILAN, Priscila Loro. Viajar para aprender: turismo pedagógico na região dos Campos Gerais – PR. 2007. Dissertação (Mestrado em Turismo e Hotelaria) - Centro de Educação, Universidade do Vale do Itajaí, Balneário Camboriú, 2007.

ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DO TURISMO. Introdução ao turismo. São Paulo: Roca, 2001.

PARANÁ. Secretaria de Estado e Educação. Resolução SEED 2527, de 25 de maio de 2007. Institui o Serviço de Atendimento à Rede de Escolarização Hospitalar - SAREH, no Estado do Paraná. Diário Oficial do Estado do Paraná, Curitiba, 12 jun. 2007. Disponível em: . Acesso em: 15 out. 2016.

PIMENTA, Selma Garrido (Org.). Pedagogia e pedagogos: caminhos e perspectivas. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

RIBEIRO, Amélia Escotto do Amaral. Pedagogia empresarial: atuação do pedagogo na empresa. Rio de Janeiro, 2008.

SAVIANI, Dermeval. História das idéias pedagógicas no Brasil. 2. ed. São Paulo: Autores Associados, 2008.

SCREMIN, Juliane; JUNQUEIRA, Sérgio. Aprendizado diferenciado: turismo pedagógico no âmbito escola. Caderno de Estudos e Pesquisa de Turismo, Curitiba, v. 1, p. 26-42, jan./dez. 2012.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Creative Commons

ISSN Impresso 0102549-X

ISSN Eletrônico 2448-1483

 

 Licença Creative Commons

Este conteúdo está licenciado com Creative Commons Atribuição Não Comercial 4.0 Internacional.